Um ladrão rouba um tesouro, mas não furta a inteligência. Uma crise destrói uma herança, mas não uma profissão. Não importa se você não tem dinheiro, você é uma pessoa rica, pois possui o maior de todos os capitais: a sua inteligência. Invista nela. Estude! (Algusto Cury)



terça-feira, 29 de julho de 2014

Uma reflexão que não é para todos...

Olá pessoal! Seria esse o motivo de tanto sucesso de Bill Gates? Bom seguindo esses mandamentos explica por que ele tem a fama de capitalista criativo! Mas concordo realmente o mundo não esta nem ai pra você.
Num discurso de 10 minutos perante uma plateia de estudantes do ensino secundário, Bill Gates anunciou 11 mandamentos para que os jovens sobrevivam no mundo real e para que o sistema de ensino se torne eficaz. Vale a pena, num momento em que debate sobre a qualidade do ensino.

1. A vida não é fácil; acostume-se a isso.

2. O mundo não está preocupado com a vossa autoestima. O mundo espera que vocês façam alguma coisa útil por ele antes de vocês se sentirem bem convosco próprios.

3. Vocês não vão ganhar 5000 euros por mês assim que saírem da Universidade. Vocês não serão diretores de uma empresa com carro e telefone à disposição, antes de terem conseguido comprar o vosso próprio carro e telefone.

4. Se vocês acham que os vossos professores são rudes, esperem até terem um chefe. Ele não vai ter pena de vocês.

5. Vender jornais velhos ou trabalhar nas férias não está abaixo da vossa posição social. Os vossos avós têm uma palavra diferente para isso: chamam oportunidade.

6. Se vocês fracassarem, a culpa não é dos vossos pais. Por isso não os culpem dos vossos erros, aprendam com eles.

7. Antes de vocês nascerem, os vossos pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por pagarem as vossas contas, lavarem as vossas roupas. Antes de quererem salvar o planeta para a próxima geração, desejando consertar os erros da geração dos vossos pais, tentem limpar o vosso próprio quarto.

8. A vossa escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Em algumas escolas vocês não chumbam mais de um ano e têm tantas chances quantas vocês precisarem até acertar. Isto não tem nada a ver com a vida real. Se pisarem o risco, são despedidos? Façam bem à primeira!

9. A vida não está dividida em semestres. Vocês não terão sempre os verões livres e é pouco provável que os outros empregados vos ajudem a cumprir as vossas tarefas no fim de cada período.

10. A televisão não é a vida real. Na vida real, as pessoas têm que largar o barzinho ou a boate e ir trabalhar.

11. Seja simpático com os estudiosos. Aqueles estudantes que muitos julgam que são uns idiotas. Existe uma grande probabilidade de vocês virem um dia a trabalhar para eles.

EDIT - Para quem quer saber de onde essas frases foram tiradas:

Fonte: www.guj.com.br

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Para refletir

Os Quatro Alunos


Eram quatro rapazes que estudavam em uma mesma classe: Arrependido, Falso, Mínimo e Quero-tentar.
Arrependido era um rapaz desanimado com os estudos, não fazia nada na sala de aula e muito menos os deveres de casa. Não pensava no seu futuro e vivia achando que estava perdendo tempo naquela escola e por isso arrependia-se por não poder ficar pelas ruas com seus colegas. Por não gostar de estudar, tirava notas baixas.
Falso era um cara mentiroso e um pouco preguiçoso para com os estudos. Ou copiava de alguém ou falsificava o que fazia. Na realidade mesmo, nada fazia e era tão falso quanto sua própria nota. Apesar de ser razoável, pois tudo que precisava era "colar" ou confiar no amigo na hora da avaliação, raramente isso falhava.
Mínimo era um rapaz que não pensava muito longe, para este o que importava era conseguir uma nota que o aprovasse, portanto, estudava pouco, mas não "colava" nas avaliações e não passava disso, 60% era o bastante e contentava-se com este mínimo. Sempre tinha um pensamento: "Tenho boas notas porque não perdi nenhuma".
Quero-tentar gostava do que fazia. Quando lhe apresentavam algo novo, um problema que ele não soubesse, ele dizia: "vou tentar resolvê-lo" e quase sempre conseguia mesmo. Não era nem mais, nem menos inteligente do que os outros, mas tinha força de vontade. Suas notas eram boas, porém, não estudava para tirar notas e sim para ficar sabendo. Este era aluno todos os dias e sua persistência o ajudava vencer.
Assim, Quero-tentar era o primeiro da classe. Em termos de aprendizagem, Mínimo era o penúltimo, Falso era o último, pois, só tinha nota e não sabia nada. Arrependido abandonou a escola.
Hoje, todos já são homens feitos e cada um teve seu destino:
Arrependido mora numa grande favela chamada TARDE DEMAIS;
Falso queria ser político, mas foi infeliz porque descobriram sua falsidade; foi julgado e condenado por um juiz chamado VERDADE;
Mínimo com seu conhecimento mínimo, é soldado mínimo das Forças Armadas, ganha um salário mínimo e tem um comandante muito exigente chamado Máximo, que sempre lhe cobra 100%.
Quero-tentar se saiu melhor e hoje é presidente de um país chamado "República Democrática dos Sucessos".

Autora: Xênia da Matta

Ariano Suassuna sofre AVC e é internado em Recife

Escritor de 87 anos passou por cirurgia no Real Hospital Português e o estado de saúde é considerado estável

Foto: Matheus Beck / Agencia RBS

O escritor Ariano Suassuna foi internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Real Hospital Português, no bairro Paissandu, em Recife (PE) na noite desta segunda-feira. De acordo com a assessoria de imprensa da instituição, o dramaturgo deu entrada na emergência do hospital por volta das 20h, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico.

Leia todas as notícias de Zero Hora

Ainda segundo o hospital, Suassuna passou por uma cirurgia para conter o sangramento intracraniano. A equipe médica considerou que o procedimento foi bem sucedido e o estado de saúde dele é considerado grave, porém estável.
O escritor ficará internado na UTI neurológica por tempo indeterminado, e o hospital deve liberar um boletim diário sobre o quadro de recuperação do paciente.
Suassuna já esteve internado no mesmo hospital no ano passado. Em 21 de agosto, ele sofreu um infarto agudo do miocárdio e foi submetido a um cateterismo. Após ficar seis dias internado, o dramaturgo teve alta, mas voltou à UTI do hospital dois dias depois, no dia 29, vítima de um aneurisma cerebral. Submetido a uma arteriografia cerebral, ele recebeu alta no dia 4 de setembro.

O escritor

Ariano Vilar Suassuna nasceu em Nossa Senhora das Neves, hoje João Pessoa (PB), em 16 de junho de 1927, filho de Cássia Villar e João Suassuna. Ele é o sexto ocupante da Cadeira nº 32 da Academia Brasileira de Letras, eleito em 3 de agosto de 1989, na sucessão de Genolino Amado e recebido em 9 de agosto de 1990 pelo acadêmico Marcos Vinicios Vilaça.
Entre suas obras, destacam-se a peça Auto da Compadecida (1955), que o projetou no cenário nacional e já foi adaptada para a televisão e o cinema, e O Romance d'A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta (1971), que também foi adaptado para TV, na microssérie A Pedra do Reino (2007), da TV Globo.
Suassuna fundou, em 1959, o Teatro Popular do Nordeste, e foi membro fundador do Conselho Federal de Cultura, em 1967. O paraibano também foi Secretário de Cultura do Estado de Pernambuco, no governo de Miguel Arraes (1994-1998) e da Assessoria Especial do Governo de Pernambuco, durante o mandato do atual candidato à presidência da república, Eduardo Campos, cargo que deixou em abril deste ano.

Fonte: zh.clicrbs.com.br