Um ladrão rouba um tesouro, mas não furta a inteligência. Uma crise destrói uma herança, mas não uma profissão. Não importa se você não tem dinheiro, você é uma pessoa rica, pois possui o maior de todos os capitais: a sua inteligência. Invista nela. Estude! (Algusto Cury)



segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Touros: Conheça um pouco da historia do segundo maior farol da América Latina

Pessoal do 8º e 6º ano “A” que vai para a aula de campo marcada para o dia 08 de Agosto desse mês... Estou postando esse texto com alterações com o objetivo de atualizar o mesmo. Acredito que vai ser bastante útil em nossa próxima aula de História. Estou disponibilizando a fonte do local extraído. Muito obrigado.

TEXTO

O Farol do Calcanhar, mais conhecido como Farol de Touros, localizado no litoral Norte do Rio Grande do Norte, completou 100 anos no dia 21 de Dezembro de 2012. Segundo a Marinha do Brasil, esta é a segunda maior torre de orientação náutica da América Latina. São 62 metros da base até o topo, o equivalente a um prédio de 16 andares. Para chegar ao alto é preciso subir 298 degraus. Lá em cima trabalha o faroleiro, considerado a alma do farol. Ele é encarregado de manter o funcionamento do aparelho óptico, que ilumina os mares e permite a orientação pelos mares, mesmo a longas distâncias.
Foto: Internet

 “O farol é uma estrutura metálica e de concreto com uma lâmpada. Mas dentro dele existe uma alma, o faroleiro. Um trabalho fundamental para que a orientação seja feita integralmente, se interrupção”, enfatizou o capitão de fragata Kleber Ribeiro, assessor de comunicação da Marinha.

A primeira construção foi em 1912, mas a torre foi substituída por uma nova no período da Segunda Guerra Mundial. A estrutura atual foi inaugurada pelo então presidente do Brasil, Getúlio Vargas, como conta um historiador da região. “A inauguração foi em 1943. E teve uma grande importância para o confronto mundial. Tanto que o próprio presidente Getúlio Vargas inaugurou o Farol do Calcanhar. Um grande orgulho para a praia de Touros” comemorou Lindemberg Araújo, historiador.

O farol está localizado no ponto do Brasil mais próximo do continente africano, posição estratégica para a instalação de uma torre de orientação marítima. Depois da linha do horizonte navegam barcos de diversas nacionalidades, um tráfego intenso que o farol ajuda a ordenar. “Esse é um local ideal para se ter um farol. O nome dele, Farol do Calcanhar, é exatamente porque ele fica na curva de quem vem do Norte em direção ao Sul”, explicou Kleber Ribeiro.
Foto: Inter TV Cabugi

Atualmente, muitas embarcações utilizam aparelhos com orientação geoespacial (GPS), mas os barcos de pequeno porte ainda são orientados pelos faróis, como explicou o faroleiro Ananias Lima. “A função do farol ainda é muito importante porque as embarcações de pequeno porte precisam do nosso feixe de luz para se orientar”, frisou o faroleiro.

O facho luminoso avança no mar até uma distância de 70 quilômetros da costa. A lâmpada responsável por isso tem 1000 watts de potência. As cores da torre, preta e branca, também facilita a orientação. Do alto é possível admirar uma bela vista, que atrai turistas com frequência. “É maravilhoso. Muito lindo. Os turistas adoram esse visual. Eu também adoro e admiro”, disse Joara, guia de turismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário