Um ladrão rouba um tesouro, mas não furta a inteligência. Uma crise destrói uma herança, mas não uma profissão. Não importa se você não tem dinheiro, você é uma pessoa rica, pois possui o maior de todos os capitais: a sua inteligência. Invista nela. Estude! (Algusto Cury)



quarta-feira, 30 de março de 2016

Blog da escola: por que vale a pena ter um

Ferramenta do mundo virtual, o blog é um recurso simples de criar e eficaz para compartilhar as ações pedagógicas.


Blog, posts, comentários, links... Para quem não é familiarizado com o assunto, esses termos podem soar estranhos. É verdade que eles se tornaram populares há menos de dez anos, mas basta fazer uma pesquisa rápida na internet - digite em sites de busca as palavras "blog" e "escola" - para constatar que a lista de resultados é enorme. 
Foto: Internet

Essa ferramenta do mundo virtual pode ser muito útil para a equipe gestora divulgar o projeto político-pedagógico, ampliar a discussão de conteúdos trabalhados em sala de aula e valorizar, para a comunidade, a produção dos alunos. Além do mais, ela permite interagir com outras instituições (veja nas últimas páginas exemplos de blogs de escolas, com a descrição dos principais recursos usados para compor a página e como eles são utilizados).

Atividade de sala de aula recebe comentários na internet

 "Reunir a equipe gestora e os professores para pensar em como aproveitar esse recurso, tanto no ensino das disciplinas como na divulgação dos projetos institucionais, pode ser o pontapé inicial para envolver todos com o universo online", diz Maria Izabel Leão, pesquisadora do Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo (USP) e assessora do programa Nas Ondas do Rádio, da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo.

Na EM Maria Josefina Azteca, localizada em Embu, na região metropolitana de São Paulo, um projeto sobre valores e ética começou na sala de aula e ganhou popularidade quando foi publicado no blog da escola. Após lerem com a professora um texto sobre covardia, os alunos do 3º ano C destacaram os principais aspectos discutidos: "Não podemos abandonar os amigos", "Respeitar as mulheres", "Devemos ajudar um ao outro". Em seguida, postaram essas conclusões no blog, juntamente com um cartaz com figuras que, para a turma, representam a covardia. O post foi finalizado perguntando ao leitor qual sua opinião sobre o tema. 

O assunto repercutiu bem: recebeu mais de 260 comentários de alunos e professores da escola, em apenas dois meses - redigidos no laboratório de informática ou enviados de casa. "O melhor é que, enquanto fazem o que gostam, as crianças aprendem um conteúdo novo e praticam a escrita", afirma Ana Paula Vasques Espangiari, coordenadora pedagógica da EM Maria Josefina Azteca.

Fonte: gestaoescolar.abril.com.br

terça-feira, 29 de março de 2016

Nem metade dos brasileiros que saíram do ensino médio pretende fazer faculdade

Nem metade dos 40,8 milhões dos brasileiros que já completaram o ensino médio no país pretende ingressar no ensino superior. Entre os que têm esse objetivo, só 37% planeja iniciar no ano que vem. É o que aponta pesquisa do Instituto Data Popular sobre as aspirações da Classe C em relação ao ensino superior. O estudo foi realizado a pedido do Sindicato das Mantenedoras do Ensino Superior (Semesp).

A pesquisa, que é inédita, foi realizada no contexto de crise econômica e retração da oferta do Financiamento Estudantil (Fies), ocorrida a partir de 2015. Os pesquisadores ouviram cerca de 2,8 mil universitários e um grupo de 800 potenciais estudantes - com ensino médio completo, mas fora do superior. O estudo abordou pessoas com idade entre 20 e 40 anos e que pertencem à chamada Classe C - renda familiar entre R$ 1.800 a R$ 3.400.
O resultado do levantamento aponta um público potencial para o ensino superior em torno de 19 milhões de pessoas, o que representa 47% do total de pessoas já formadas no ensino médio. Cerca de 82% dessas pessoas têm renda baixa ou média.

Vida melhor

A impressão de que a vida melhoraria com uma faculdade atinge 98% dos entrevistados, assim como 89% acreditam que só é possível progredir na vida como muito estudo. A perda de emprego, dificuldade para pagar mensalidades ou perder a bolsa são os motivos mais apontados entre esses potenciais estudantes para não começarem a estudar.

Mais da metade (54%) dos entrevistados esperam ingressar na universidade com auxílio do Fies. Volume parecido (55%) acredita que os cortes no programa atrapalham seus planos. Somente 44% desse público que quer fazer ensino superior tem algum planejamento financeiro para ingressar em uma faculdade.

Pública e privada

O ingresso em uma universidade pública e gratuita não é uma escolha muito considerada entre os entrevistados. Somente 41% pretendem estudar em uma pública, enquanto 35% querem uma instituição privada. Para 23%, tanto faz.

Fonte: Folha de São Paulo

segunda-feira, 28 de março de 2016

Páscoa Cristã

Significado para os cristãos 
Para os cristãos a Páscoa é a celebração da ressureição de Jesus Cristo, que ocorreu no terceiro dia após sua morte na cruz, de acordo com o Novo Testamento da Bíblia. Portanto, a Páscoa é um fundamento da fé cristã.

A ressureição de Cristo é considerada pelos cristãos como uma esperança viva dada por Deus aos homens.
Importância
O domingo de Páscoa é muito importante para os cristãos. As igrejas costumam tratar a data de forma festiva e feliz, pois ela simboliza a esperança e a vida nova em Cristo. 
A Semana Santa – tradição religiosa católica
Com início no Domingo de Ramos, a semana santa é aquela que antecede a Páscoa e onde ocorre a celebração da Paixão de Cristo, sua morte na cruz e a ressurreição.
Símbolos da Páscoa Cristã
- Cruz: simboliza a vitória de Jesus sobre a morte, a salvação e a ressureição.
- Pão e vinho: na última ceia, Jesus disse que o pão era seu corpo e o vinho seu sangue. O pão e o vinho foram oferecidos aos seus discípulos. Eles representam a vida eterna.
- Cordeiro: Jesus é o cordeiro de Deus, sacrificado para salvar toda a humanidade.
Fonte: www.suapesquisa.com