Um ladrão rouba um tesouro, mas não furta a inteligência. Uma crise destrói uma herança, mas não uma profissão. Não importa se você não tem dinheiro, você é uma pessoa rica, pois possui o maior de todos os capitais: a sua inteligência. Invista nela. Estude! (Algusto Cury)



segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Parazinho (Uma volta pelo RN)

A Cidade de Parazinho fica localizada a 121 quilômetros de Natal (via BR 406 e RN 120). Passei um dia na Cidade e gostei, pois, ao entrar em contato com os moradores, observei um povo bem simples e bastante acolhedor.

Segundo os moradores, o povoado nasceu em uma simples fazenda de gado edificada em terreno seco e com difícil acesso à água, porém, em região de grande produção algodoeira.

Fui informado pelos nativos que no passado, a alta produção de algodão tinha como líder João Severiano da Câmara, o território começava a crescer com um grande número de pessoas que transformavam o povoado em um acampamento mercantilista. A Cidade já era centro de negócios e escritório comercial, lugar que recebia e expedia o algodão para cede do Município.

Em 1930, o povoado de Parazinho já contava com a infraestrutura de poço tubular, capela, escola e mais de quinhentos habitantes. Diante desse contexto o comércio se tornava mais intenso e já contava com armazéns, lojas e a realização de feiras ao ar livre. No ano de 1962, Parazinho desmembrou-se de Baixa Verde (hoje João Câmara), e tornou-se Município do Estado do Rio Grande do Norte.

Observação: O Município não dispõem de praia para banho.

Foto: Praça (arquivo pessoal)

Foto: Mercado Público  (arquivo pessoal)

Foto: Centro da cidade (arquivo pessoal)

Foto: Avenida principal (arquivo pessoal)

Foto: Avenida principal (arquivo pessoal)

Foto: Ginásio de esporte (arquivo pessoal)


Foto: Estádio da cidade (arquivo pessoal)


Até a próxima aventura de final de semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário